UA-101953082-1
Policial morto
Publicada em - 39 visualizações
Após horas de depoimento, esposa de PM confessa que mandou matar marido; atirador também foi preso
Esposa da vítima passou o dia na delegacia, mas foi liberada após interrogatório.

Por Marina Sequinel e Daniela Sevieri


O caso do assassinato do soldado Marcos Ferreira Rodrigues, de 40 anos, sofreu uma reviravolta na noite desta sexta-feira (28). Após oito horas de depoimento à Polícia Civil, a esposa confessou que mandou matar o marido. O autor do disparo, um jovem de 18 anos que seria militar do Exército, também foi preso, na madrugada deste sábado (29) em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Segundo informações extraoficiais, ele teria um relacionamento com a mulher.

A princípio, a esposa da vítima não ficará detida, porque se apresentou espontaneamente à polícia e confessou o crime, além de ter residência fixa. Nada impede, no entanto, que a delegada responsável pelo caso, Aline Manzatto, peça a prisão dela à Justiça. No fim da noite desta sexta, os filhos do casal, de três e 12 anos, foram levados até a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para ver a mãe.

A defesa da acusada procura agora um lugar para que ela possa ficar, já que teme pela vida dela. A motivação do crime, segundo pessoas próximas da mulher, seria suposto abuso sofrido por ela no casamento. Essa informação não foi confirmada por nenhuma fonte oficial.

O soldado foi morto com um tiro no ombro - que transfixou e atingiu os seus órgãos vitais - em casa no bairro Campo de Santana, em Curitiba, na noite de quarta-feira (26). Inicialmente, o caso havia sido tratado como latrocínio (roubo seguido de morte), mas essa possibilidade foi posteriormente descartada pela Polícia Civil. No dia do crime, o carro do soldado, um Prisma prata, foi levado pelo autor do crime e abandonado minutos depois, próximo da residência.

A DHPP continua as investigações para concluir o inquérito.

Caso parecido

Um caso parecido com o do soldado Marcos foi registrado no último domingo (23). O tenente Cássio Ormond Araújo, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) morreu com um tiro dentro de casa no bairro Tarumã, em Curitiba.  A esposa dele, Francielle Caroline, de 26 anos, foi presa em flagrante por homicídio após confessar o crime na manhã de segunda-feira (24) na DHPP. Ela alegou que o tiro foi acidental, hipótese desacreditada pela polícia.

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

No Ar
Destaque Curitiba com Julian Nicoleti
Ouvintes do mês
Janete Baptista
Cidade: Curitiba - Pr



Peça sua Música

  • Karoline
    Cidade: Curitiba
    Música: Tory Lanez - Say It
  • Karoline
    Cidade: Curitiba
    Música: Tory Lanez - Say It
  • Thiago Guns
    Cidade: Terra da Bala
    Música: Roots bloody Roots - sepultura
  • paulobahia
    Cidade: Curitiba
    Música: fogo e paixão
  • alex sandro muller
    Cidade: Cascavel
    Música: stand by me Ben E King
  • Cassiano
    Cidade: Curitiba
    Música: Lamb Of God - Overlord
Estatísticas
Visitas: 16674 Usuários Online: 4


RECOMENDAMOS
http://picasion.com/

http://picasion.com/gl/8EYp/


Parceiros







Copyright (c) 2017 - Rádio Caiobá Web - Todos os direitos reservados